Necessita de ajuda?

A viagem do coaching …

coaching pode parecer um processo simples, mas não se resume apenas a um conjunto de conversas com um interlocutor que é um bom ouvinte, a receber feedback positivo, descobrir novas possibilidades e dicas em diálogos interessantes e estimulantes. O coaching tem-se afirmado como uma ferramenta importante de desenvolvimento pessoal e profissional que tem vindo a ter crescente aceitação dentro das empresas e em termos individuais.

No entanto, existe alguma confusão em torno do processo de coaching e é por vezes realizado de maneira indevida, não produzindo os resultados desejados. Tal acontece por falta de informação acerca do que é e como se realiza na prática, dos atributos necessários e da experiência do coach que lidera o processo.

Continue a ler este artigo e saiba mais sobre o coaching.

A maior parte das pessoas pensa que esta metodologia é muito recente e que está na moda, dada a sua popularidade recente. Para entender a origem da palavra coach, ela deriva segundo os historiadores, da pequena cidade húngara de Kocs, a oeste de Budapeste. No século XVI eram aqui projetadas e construídas carruagens de elevada qualidade, veículos de rodas puxados por cavalos para transportar pessoas entre Viena e Budapeste. Os vienenses de língua alemã chamaram o veículo puxado a cavalo de Kotsche, que era a forma como eles entenderam o nome da referida cidade húngara. Por fim, os franceses começaram a usar os veículos e escolheram a palavra coche. Os romanos deram o nome de cocchio e finalmente os ingleses formaram a palavra que hoje conhecemos como coach.

Em 1830, a palavra surge pela primeira vez no mundo académico quando a Universidade de Oxford a escolhe para descrever um tutor que “transportava” um aluno. Na década de 1860 o termo aparece pela primeira vez associado ao desporto, em Inglaterra e em particular ao bom desempenho das equipas. Assim o termo fica intrinsecamente associado à profissão de treinador desportivo ou coach.

Na década de 70 do século passado há uma evolução no conceito e passa do papel no âmbito desportivo para o coaching pessoal após o livro de Tim Gallwey intitulado The Inner Game of Tennis, que nasceu da sua experiência enquanto instrutor de ténis e nos insights que teve com os jogadores que treinava em Harvard.

A descoberta de Gallwey é baseada na constatação de que cada aluno evoluía muito mais rapidamente quando, tomando devida nota mental de indicações simples dadas pelo seu instrutor, pautava o seu comportamento, pelas suas próprias observações no momento, adotando o comportamento mais adequado no tempo correto, ganhando maior controlo sobre si próprio e tendo muito mais sucesso.

A grande conclusão é a seguinte “Há sempre um “jogo interno” que está a decorrer na sua mente, não importando qual o “jogo externo” que está a jogar. Como está presente e consciente deste “jogo interno” pode fazer toda a diferença entre sucesso e fracasso no “jogo externo”. Com base nesta abordagem, ele percebeu que era muito mais eficaz na melhoria do desempenho, em vez de dar instruções fazer perguntas. Seguiu alguns princípios tais como, foco no presente, concentração no resultado da ação e não só na tarefa, aprendizagem de forma natural, uso dos seus próprios recursos e estratégias que funcionam e aprendizagem com o treino e a experiência.

Muitas destas estratégias são naturalmente fundamentais em qualquer contexto e em muitas situações de desenvolvimento de competências.

Embora esta observação e foco tenham sido descobertos no mundo do ténis, começou a dar palestras com muita frequência no contexto empresarial, muito para além do âmbito desportivo.

O conceito de coaching passa assim a estar relacionado com transportar pessoas de onde estão para onde querem estar, ensinar alunos, treinar atletas, ultrapassar desafios, desenvolver competências e potencial.

Desde Gallwey, tem havido uma enorme quantidade de pensadores e estudiosos que trabalharam para desenvolver técnicas para mudar a mente e melhorar o desempenho individual.

A partir de 1990, o conceito do coaching foi associado de forma mais ampla ao treino corporativo, inicialmente nos Estados Unidos e depois divulgado a nível mundial.

O principal objetivo é conseguir que cada indivíduo realize muito mais do que poderia ou imaginaria alcançar sozinho e assim consolidar melhorias significativas no seu desempenho, procurando a excelência pessoal e a sua realização.

Ao longo das últimas décadas foram desenvolvidas várias escolas e correntes que formaram coaches nas mais variadas áreas: life coaching ou coaching pessoal ou de vida, career coaching ou coaching de carreira, relationships coaching ou coaching de relacionamentos, executive coaching ou coaching de executivos, business coaching ou de coaching para empresários e negócio associando esta competência à sua experiência e know-how.

Nesta nossa abordagem a respeito do coaching verificamos que não é apenas uma técnica, uma ferramenta ou uma metodologia, é um processo transformador que potencia capacidades, competências e atitudes e catalisa a mudança da pessoa, equipa e organização e a leva a alcançar o que deseja.

Assumir entrar num processo de coaching implica responsabilidade e compromisso, clareza e determinação para perseguir o que verdadeiramente é importante e se deseja, a consistência, a cooperação e a coragem para agir ladeado por um profissional que pode ajudar a fazer acontecer magia na vida. Um desafio para o cliente e para o coach!

Tinha noção desta viagem a respeito do conceito de coaching? Adira a este processo e conseguirá ir mais longe!

27 de Maio, 2019

0 responses on "A viagem do coaching …"

Leave a Message

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sobre a Feed

Somos o parceiro de confiança para pessoas e organizações que necessitam melhorar a sua performance e os seus resultados através dos serviços de formação & coaching e consultoria.

 

Últimas Notícias

Todos os Eventos

junho, 2019

27jun17:4519:45Quer melhorar a performance do seu negócio? Venha iniciar um 2º semestre fantástico!

Contactos

Rua Agostinho Neto, 21A
1750-003 Lisboa

T. +351 211 317 015
T. +351 918 211 643

viva@feed.pt

©2019Feed Business Performance. Todos os Direitos Reservados. Feed é uma marca registada da MedPro, Lda. Este site está escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Termos e Condições Gerais | Código de Ética e de Conduta | Responsabilidade Social | Dever de InformaçãoPolítica de Privacidade

top
X